[dicas] Como voltou a mochila?

Ufa! Voltei pra casa, mas não só eu voltei diferente – minha mochila também.
Depois de comer aquele belo prato de arroz e feijão, a primeira coisa foi desfazê-la e relembrar os vários bons momentos a cada peça que tirava dali. Além disso, também trouxe nas costas uns truques para a vida (na estrada ou não) e coisas desnecessárias que levei e que não consegui deixar pelo caminho. Ah! Mas também senti falta de algumas coisas e que certamente levarei para a próxima aventura.

Por isso, depois de escrever exatamente o que levei nas costas, deixo abaixo a lista de itens essenciais, desnecessários e de preciso. Aceito dicas!

ESSENCIAIS

– garrafa térmica: no Natal, minha família me presenteou uma e foi super útil durante a viagem, por manter a água fresca/quente por muito tempo, diferente de uma garrafa de plástico, por exemplo. Mas acabei perdendo durante a viagem. item que vou providenciar!*

– chapéu:
antes de sair de casa minha mãe me disse filho vem ca para comprar um chapéu; por pensar que era besteira, nem comprei…mas no meio da viagem descobri o poder da fala de uma mãe! ainda bem que encontrei um amigo bem legal que me deu um de presente – e que pena que fiz questão de perdê-lo (o chapéu) antes de voltar pra casa. item que vou providenciar!

toalha PVA: essa é meu xodó! pra quem não sabe, a toalha de PVA funciona com água, ou seja, pra secar teu corpo, antes você precisa deixa-la úmida. Pequena, mais fácil pra limpar e pode guardar molhada sem medo de mofar. Acabei esquecendo na casa de um amigo durante a viagem, mas ela já está em SP na casa de outra amiga – só preciso buscar 😦

– protetor (geral e labial): parece besteira (eu sempre achei), mas senti muita falta de mais protetor solar – porque o meu acabou durante a viagem. pedindo carona, mesmo em dias nublados, ficamos muito tempo expostos às radiações solares, o que ferra a nossa pele – principalmente em lugares altos, como Paso Jama, fronteira ARG x CHI que tem mais de 5.000m de altitude.

– mapa: muito bom ter um de papel na mochila, porque o celular as vezes pode estar sem bateria né?! é bom saber quais cidades você pode cruzar até o seu próximo destino, as vezes rola uma carona até metade do caminho. mas proteja-o bem com envelope plástico pra não molhar ou rasgar.


DESNECESSÁRIOS

– algumas roupas: logo no começo da viagem, doei uma regata e um shorts jeans que não eram nada práticos nem confortáveis, no decorrer, joguei o jeans no lixo porque estava terrível e rasgada, doei uma camiseta pro meu amigo chileno e queria ter doado uma camiseta e um lenço para as ciganas que conheci, mas não aceitaram porque eram peças pretas e, segundo elas, essa cor atrai más energias.

– lã e varetas: essas levei pra fazer mandalas (tipo filtro dos sonhos, sabe?!), mas descobri que não tenho paciência pra fazer e vender durante a viagem. prefiro trabalhar com outra coisa…mas confesso que as varetas até serviram, durante um churrasco que fiz com um caminhoneiro e um amigo no meio da estrada heheh

– câmera grande: tenho aquelas câmeras “profissionais” e grandes e essa, além de ser pesadinha, não é tão prática pra tirar da mochila e chama muita atenção. trocaria por uma compacta

– livros: levei três e li algumas páginas de dois deles. adoro ler, mas realmente não dá tempo/ânimo pra ler na estrada. no máximo, levarei um na próxima.


PRECISO*

– netbook: quando viajo, gosto de me desconectar. mas viajando e com uma página/blog, senti a necessidade de ter um para relatar melhor a trip, com dicas e fotos da câmera pra todo mundo! é complicado postar só do celular =/

– saco de dormir: levei uma manta, que foi super útil, mas um saco de dormir, além de mais prático e mais fácil de limpar, é mais leve. Já to providenciando!

feliz com a barraca quebrada :(
feliz com a barraca quebrada 😦

– lona pra barraca: a minha casinha, diferente das demais que encontrei pelo caminho, não tem uma capa de chuva. ou seja, passei perrengue durante a trip! sem dúvida vou levar pra próxima aventura! ai, sem contar que tenho que providenciar umas varetas novas, já que as antigas quebraram (veja a foto).

– panela: poxa, com essa eu economizaria muito mais! acabei não levando e, por isso, sempre tinha que comer na rua ou cozinhava só quando estava na casa de alguém.

– temperos: açúcar, sal, pimenta, orégano, entre outros – pra dar sabor à comida!

*Tô precisando desses itens e juntando grana pra comprar, mas e os deuses tocarem no seu coração, aceito uma doação (até rimou!)


Puts, acho que é isso! As roupas para o frio também deixaram a mochila um pouco mais pesada, mas como a próxima aventura será pelo Brasil, não preciso leva-las, fica mais fácil! É isso…no mais, itens obrigatórios sempre são a curiosidade, um pouco de coragem e simpatia, com isso você conquista o mundo!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s