[texto] a insustentável leveza (e dureza) da liberdade

Ela.

Que me permite tantas coisas. Que me torna leve e solta. Aberta pra um mundo de possibilidades.

Ela.
Que me abre portas. Que me permite permitir. Que me permite sentir algo novo todos os dias.————————

Essa tal de liberdade é algo leve e assustador. Ao mesmo tempo. Ter um espírito livre é algo incrível e, ao mesmo tempo, difícil.

Não é todo mundo que vai entender esse status: livre.

Ser livre é estar aqui e agora sempre se permitindo coisas novas; a todo instante.

É escutar músicas de todos os tipos sem se apegar a preconceitos; sem pré-determinar o que é de qualidade ou não. Você apenas escuta. E pode ser boa ou apenas não ser boa PARA VOCÊ.

É provar comida chinesa, temperos indianos, cervejas alemãs ou o vegetarianismo sem torcer a cara. Você apenas prova. Sabendo que pode ser boa ou não ser boa PARA VOCÊ.

Ser livre é estar aqui e agora. Mas, também, é a hora de saber partir. E dói. Nem todos vão entender, nem todos vão querer, nem todos vão torcer para que você vá e seja feliz.

Mas, você vai. Afinal, ser livre é principalmente respeitar a si mesmo, às vontades pessoais e aos desejos mais profundos. Não importa o que digam.

A leveza da liberdade é deixar os amigos por um tempo sabendo que, quando voltar, o sentimento estará igual. A dureza é saber que nem todos vão entender dessa maneira – e muitos deles vão afastam. Mas, ser livre também é permitir e respeitar que o amigo se vá, que vá ser feliz lá…mesmo sem você por perto.

A leveza de ser livre é provar sabores, se permitir amores. É estar continuamente apaixonado – pela vida, pela natureza, por pessoas. É se permitir. Mas, como Simone Beauvoir bem disse, ser livre é também querer livre o outro. E as vezes essa é a dureza: entender que, como você, o outro pode ir a qualquer momento – abrir asas e voar para outros ninhos. Pode voltar? Sim. E não. E a incerteza da liberdade dói.

É duro também querer ficar, mas ter que ir. Mas, pior ainda é querer ir e se obrigar a ficar. Jamais. A leveza de ser livre se perde aí – no obrigar-se a algo.

A leveza é ter famílias pelo mundo. Sua família, a família que escolhemos, as famílias dos amigos e a família que é o mundo, cheio de gente que resolve sempre nos acolher e ajudar. A dureza é ter que se despedir sempre com promessas. “Eu volto”. Mas, nem sempre há tempo de voltar. São tantos…

Ser livre também é ter que escolher. E são tantas as possibilidades que tal tarefa se torna difícil. São tantos lugares, tantas pessoas, sabores, amores. E, ao mesmo tempo é tão bom investir carinho e energia em coisas duradouras.

A nós nos resta a certeza de que tudo é efêmero. Tudo passa. Tudo vai. Tudo muda. Mesmo com a gente querendo eternizar tudo. E que a liberdade é incerta, mas que a vida sempre acerta.

A leveza de ser livre é querer abraçar o mundo. Afinal, a gente pode querer tudo! Mas apenas querer. Porque, do outro lado da moeda, está a dureza de ter que fazer escolhas a todo instante, sempre com a dúvida. A liberdade é incerta. Mas com a certeza de que tudo passa, tudo se transforma.

E se a escolha foi errônea, tudo bem, também vai passar. E que a gente seja e esteja livre pra se transformar junto com o que se vai.

Tateando no escuro.
Da leveza e dureza de ser livre.

Advertisements

One thought on “[texto] a insustentável leveza (e dureza) da liberdade

  1. Nossa que leitura gostosa! Li e vi meus pensamentos e filosofias no texto acima. Difícil achar alguém que pensa como vc, principalmente em relação a diferenças, que sempre vão existir. Respeitar os gostos de uma pessoa mesmo que vá contra seus princípios, isso pra mim é primordial em uma comunidade, o nosso mundo.
    Penso que se o jeito de pensar ou agir não ultrapassa o limite de outra pessoa , não a machuque , então é ponto final e seja feliz . É claro que existem exceções , mas deixamos pra falar disso outra hora,
    Seu texto grita Democracia como tal faz uma abordagem da vida e de como ser feliz é tão fácil e poucas pessoas entendem.
    Vou imprimir e replicar com sua permissão. Obrigado !!!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s