[dicas] Seguro-Viagem

Oi miguxos! =)

Hoje eu vim falar de um produto que todo mundo compra torcendo pra não usar. Não, não to falando de reserva de túmulo no cemitério! Esse post é pra te dar umas dicas sobre Seguro Viagem.

Esse não é um post patrocinado, mas é fruto da primeira parceria desse humilde blog!  Vital Card, em troca de conteúdo sobre seguros & dicas do meu próximo destino, me presenteou com um seguro de 30 dias pra minha next trip! Além de 10% de desconto pra quem usar o código CHAODAAMERICA10. Corre lá!

Enfim! Seguro-viagem: que isso? pra que serve?

Nada mais é do que um seguro-saúde pra quando você estiver viajando dentro ou fora do Brasil. Ele é obrigatório em alguns países e existem diversas opções de seguro por aí pra você adquirir (pra todas as necessidades e bolsos). Tem uns que cobrem extravio de bagagem, outros que cuidam de você quando rolar aquele tombo de bicicleta, quando você pegar uma infecção alimentar porque comeu algo meio sinistro por aí..e outros que cobrem tudo isso!


Quando vale contratar um seguro?

Além de quando é obrigatório no país que você vai visitar, morar ou estudar, existem algumas viagens que oferecem maior risco do que outras. Uma viagem pelo litoral uruguayo apresenta risco quase zero, enquanto uma expedição rumo ao cume do Aconcaguá apresenta risco 10000++, né?!

IMG_4454
escorrega não, rapá!

Então, vale a pena você analisar:

  • qual o tipo de viagem? é mais tranquila ou aventura?
  • quais atividades você pretende realizar? caminhada pela cidade ou escalada?
  • quanto tempo você vai ficar? é um intercâmbio de 6 meses? ou uma viagem rápida?

Quando fiz intercâmbio pra Argentina [obrigatório pra esse caso], fiz um pelo Banco do Brasil e pagava cerca de R$ 12,00 por mês, super barato.. precisei usar uma vez porque meu aparelho dentário quebrou e deu tudo certo.. mas, em outro momento precisei usar para médico, liguei que nem doida, minha irmã ligou diversas vezes do Brasil e nenhum telefone dava certo.No fim acabei indo num hospital público e deu tudo certo tbm 🙂

 Na época eu lembro que a galera tava pagando absurdos (até mil reais) e eu não tinha condições de pagar tanto, então dei uma pesquisada. Como eu já tinha conta no BB, fui até a agência e conversei até esgotar as possibilidades. Geralmente eles deixam as boiadas pra explicar por último, né?! Tive meio que perguntar várias vezes, mas no fim deu tudo certo, A única vez que usei foi pq comi um amendoim e quebrou uma parte do aparelho, dai liguei pra central do bb e eles agendaram uma consulta.. a dentista que me atendeu não fez nenhuma manutenção, só arrumou o quebradinho mesmo pra não ficar machucando. Contou a Caroline Antunes, sobre esses leves perrengues no intercâmbio

  • você tem algum problema de saúde que exige cuidados contínuos?
  • o local oferece algum risco? a Bolívia, por exemplo, é bem alta e pode causar o famoso mal da altitude em algumas pessoas. Veja um relato aqui!

Então, cai de bike na estrada da morte. Eu não tinha seguro e, sim, hoje acho valido ter. Eu teria feito naquela viagem. O problema é que para viagens longas fica muito caro. Na época fui em hospital la, era bom, mas foi bem caro. Ter feito o seguro seria bem mais jogo.Bernardo, do Instinto Viajante, sobre sua queda na Death Road na Bolívia

As vezes, a gente euzinha quer economizar tanto, que acaba pagando mais caro 😦

Então, eu acredito que Seguro Viagem é importantíssimo. Sempre busco um que tenha bom custo benefício (alta cobertura, e bastante hospitais afiliados). Os de banco as vezes a cobertura é bem menor, e não cobre algumas coisas como repatriação e etc (no meu primeiro intercâmbio teve o caso de uma menina que morreu e não conseguiram mandar o corpo de volta pq nao tinha seguro, ai nem um enterro ela teve :(). Então pesquisei entre as maiores (Porto Seguro, Allianz, Assist Card…). As duas vezes fui com o da Porto Seguro e não me arrependo. As vezes que fiquei mal ligava pra eles e eles me mandavam em até 30minutos o endereço do hospital mais próximo. Chegando lá era só apresentar o documento de identidade e a apólice e eles já estavam esperando por mim. Sempre foram hospitais ótimos, os melhores da cidade lembro. Tudo que precisei no hospital foi coberto, e no final só assinava a conta do hospital que eles mandavam direto pra seguradora pagar. As vezes muita gente só acha que é gasto mas eu fui prova viva de que não é só gasto. Peguei uma bactéria intestinal na Colômbia (proveniente de água ou comida contaminada, ninguém sabe dizer) e fui internada duas vezes com intoxicação alimentar. Só na segunda que descobriram que tinha pego uma bactéria e realmente trataram. Fiz exames de sangue, e outros exames e não paguei nadinha. A conta do hospital ficou em torno de 1000 reais da primeira vez (pq só me deram soro e remédios, e me deixaram de repouso) e na segunda bem mais que isso (tipo quase 5 mil, fiz diversos exames, tomei remedio e etc). O valor do meu seguro para 6 meses tinha ficado 1200 reais na época, e valeu cada centavo – respondeu a Renata Rahd, quando perguntei em um grupo, se alguém já tinha precisado usar seguro


Lista de Países que Exigem Seguro

Europa (países do Tratado de Schengen): cobertura mínima de € 30.000,00 para assistência médica e repatriação médica e funerária

  • Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia.
  • Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Holanda (Países baixos)
  • Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Lituânia, Luxemburgo.
  • Malta, Noruega, Polônia, Portugal, República Checa, Suécia.

Cuba: cobertura mínima de U$ 10.000,00 para assistência médica.
Venezuela: cobertura mínima de U$ 40.000,00 para assistência médica e repatriação médica e funerária.
Austrália: exige assistência em viagem, mas não estipula um valor mínimo de cobertura.

Importante: Essas exigências são para viagens exclusivamente turísticas. Caso sua viagem seja para estudos ou longa estada no país, certifique-se se existem outras exigências

lista retirada do site da Vital Card

Onde encontrar? 

Vamos lá. Como eu nunca tinha precisado, tive que dar uma fuçada por aí pra achar.
Você consegue encontrar seguro-viagem :

  • Direto com empresas de seguro viagem, como a Vital Card, que eu grazadeus nunca precisei usar, mas eles sempre foram muito solícitos com informações, me forneceram o contrato completinho com tudo que está incluso no meu seguro
CodigoDesconto_VitalCard
se clicar e usar esse código mágico, você ganha 10% de desconto 🙂
  • Com seu banco! Muitos oferecem seguro, como o Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica, Itaú e Santander
  • Com seguradoras! Como a Porto-Seguro e a Mapfre
  • Tá com preguiça de sair caçando por aí? O Real Seguros é um aplicativo super legal que funciona para Seguros-Viagem, como a Decolar para Passagens Aéreas. Não captou? Você informa a data da sua viagem e o destino, e eles buscam pra você varias opções, e você escolhe a que melhor se encaixa nas suas necessidades e no seu bolso. O bom é que já vi gente falando que  até conseguiu preços menores com a Real intermediando do que comprando direto na empresa seguradora :O
Sofi voando
e o vento levou? confirme antes de fechar o seu seguro se ele cobre isso também!
Como saber se é confiável?

É! Existem alguns seguros que já deixaram muita gente na mão. Imagina, você doente no exterior e seu seguro simplesmente te ignora?! :O

  • Pesquise no Reclame Aqui. Lá, você consegue ver a reputação da empresa, os tipos de reclamações dos clientes, as respostas da empresa e a resolução do problema.
  • Pergunte a amigos ou a pessoas que já utilizaram! Conhece o grupo Mochileiros? E o fórum? Já tentou o grupo do Couchsurfing? Pesquise antes o nome do seguro, pra ver relatos sobre ou crie um tópico perguntando se é confiável, se recomendam, se alguém já teve algum problema… tenho certeza que vão te ajudar!

Sempre fiz o Intercare. Já fui atendida em casa na Irlanda por causa de uma infecção séria na garganta. Já fui atendida no hotel no Nepal quando peguei ameba por causa da água na Índia. Já tive uma bactéria que comeu literalmente a pele dos meus dedos do pé na Tailandia. E tive que ser operada no Laos por causa de um problema no ombro. O seguro cobriu os três primeiros casos e o último tive que pagar, mas como o hospital era subsidiado, a operação toda ficou por volta de U$100, acabei não mandando os recibos para pegar o reembolso. Tenho zero de reclamação com eles. Sempre deu tudo certo. Pesquisei bastante antes de contratar. Os atendimentos foram super rápidos, só precisei dar uma ligação na central do Brasil e passar o numero da minha carteirinha, aí eles procuraram o hospital mais próximo ou o médico livre (quando eu precisei ser atendida no hotel). ah e detalhe, todas as vezes ligaram alguns dias depois ou entraram em contato de pra saber se eu já tinha ficado boa e se eles podiam dar o chamado como encerrado. Mas ó isso foi em 2007, 2009 e 2012. Não sei agora, exatamente, se ainda tá assim, mas se eu viajar de novo vou fazer com eles mais uma vez – a Dani Fontinele me respondeu, quando perguntei em um dos grupos que participo

Sobre Gratuidades

Quando perguntei em um grupo sobre seguro-viagem, a miga Marisa Rosalino me deu a dica sobre o PB-4, documento gratuito que todo contribuinte do INSS pode requisitar e que garante atendimento médico na rede pública de Portugal, Itália, Espanha, Grécia e Cabo Verde.

E hoje, outra miga postou o link do post do Já Fez as Malas? sobre como obter esse seguro-saúde gratuito. Da uma olhadinha porque vale a pena 🙂



Espero que as dicas tenham te ajudado a achar um seguro-viagem bacana pra você!
Até hoje, eu nunca tinha utilizado – e espero não ficar doente pra precisar. Mas, um amigo meu já passou uns apuros e gastou uma grana na Bolívia. Vale a pena pensar no caso antes de ir viajar!

Boa viagem e fique bem!
Torço pra que ninguém precise usar esses seguros ❤

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s